A oportunidade para o bem

a_story_of_two_wolves___design_by_kinpouju-d303qi3

valhalrion.deviantart.com/

Viver “no exterior” não é uma questão de território, mas sim de estilo de vida. O que acontece é que quem sai uma vez do país, é forçado a entrar nesse modo. Mas você pode entrar no mesmo estilo de vida, sem sair do lugar.

Abrir a mente. Experimentar o diferente é uma habilidade. Além disso, a muito custo sempre exercitei a habilidade de ver o lado bom das coisas. Principalmente porque neste “modo” de vida, você vai ser obrigado a encarar vários desafios. Não é fácil, mas sempre há um lado bom. E imagine que um dia você esteja rodeado por coisas boas em todas as esferas de sua vida? Trabalho, família, amigos, conquistas e saúde?

Tudo já está ótimo. E só melhora.

Sou agradecida aos problemas que enfrentei, pois sei o quanto eles me tornaram a pessoa que sou hoje.

Toda a habilidade, requer prática. É um trabalho árduo e custa muitas decepções, e as vezes desgastes contra você mesmo. Mas por fim, quando você pára para refletir e percebe tudo de bom que construiu ao seu redor, o aprendizado que cada passo fora da sua zona de conforto lhe proporcionou, vê que vale a pena. Sair da zona de conforto, todo dia, alarga nossos horizontes. E aqui não se trata de uma questão territorial, mas ir além em pequenos atos do cotidiano. Trocar o espresso pelo capuccino. A coca pelo chá. O ônibus pela caminhada. Uma coisa hoje, e outra amanhã. E no final de uma semana, verá como construiu! Como seus dias passaram mais devagar e como pôde aproveitar mais. Faça algo por você (ou por alguém que ama) hoje, que o seu “eu” de amanhã poderá olhar pra trás e agradecer pela sua iniciativa. Isso é sair da zona de conforto, olhar além. Criar uma gota de bondade, e acreditar que a onda vai aumentar e fará um bem ainda maior a outra pessoa.

AMO um trecho do livro “Rules for a Knight” de Ethan Hawke que me remonta os meus tempos de escoteira quando era pequena. No livro, segundo um lendário cavaleiro, existe uma batalha terrível entre dois lobos. Um lobo é mau, ele tem ódio, é invejoso, triste, rancoroso, mesquinho, arrogante, sente pena de si, culpa, ressentimento, inferioridade, é mentiroso, tem falso orgulho, superioridade e ego. O outro é bom, ele é alegre, pacífico, amoroso, esperançoso, sereno, humilde, bondoso, benevolente, simpático, generoso, verdadeiro, apaixonado e cheio de fé. Os dois lutam pela sobrevivência, mas apenas um poderá vencer. A mesma batalha acontece dentro de nós. E sabe que lobo irá vencer essa batalha?

Aquele que você alimenta.

Por um dia, se cale a tudo que te impulsionar a agir com raiva, desprezo, frustração. Ignore. Mate de fome o lobo ruim, e se alimente das coisas boas que estão em cada situação ao seu redor.Até mesmo na própria situação ruim, sempre há um lado bom. Se alimente disso.

Ainda estou aprendendo a alimentar o lobo bom todos os dias. E o mais difícil, fechar a boca do faminto e esquelético lobo ruim. Acreditem, quanto mais faminto você deixar ele, mais alto ele vai uivar quando tiver a chance. Alimentar o lobo bom, todo dia, treina-lo e deixa-lo bem gordo. E ajudar aqueles ao meu redor a fazer o mesmo. Quando alguém oferece isca para o meu lobo ruim, custa muito sair da zona de conforto e ter a atitude oposta. Mas todas as vezes que saí feliz de qualquer evento, às custas de muito treinamento, o lobo do bem pulou mais alto para comer a isca.

Cercada por uma sociedade oportunista, fica ainda mais desafiador manter a ética e a moral e conquistar uma vida feliz. Quando o seu lobo da alegria está feliz e bem alimentado, pode desencadear a arrogância e inveja em pessoas ao redor. O desafio aqui de cada dia é não deixar as pessoas tóxicas drenarem a energia da vida feliz que você construiu com tanto empenho. Carpe diem.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s