Tag Archives: Macau

2016 – First chapter

Couldn’t be happier with my new life

In less than a week my life completely changed. After 2 months trying to negotiate at my former company about new working schedule or any better working conditions, I needed to take the tough decision to quit.

I could never have imagined that it would have been so tough. But I knew it was the right thing to do at the moment I got a good news from the University I was already studying my Masters degree. They got me a scholarship and so I needed to review my whole calendar and again, leave some things behind. My friends ask me, did your colleagues cried when you left? I say, nooooo, I did! hahaha

It was sad for me, because I have been working with amazing people in China for the past 3 years. And I learned so much from them. Even on those days I wanna kill someone at a meeting table, even those days are precious.

Anyhow, that was one day I simply said to myself: “enough”. I wasn’t feeling like they were caring enough, and I didn’t want that for my life anymore. No space for growth, and was an act of respect. I staid one day again with absolutely nothing to do in my apartment. And it didn’t make me comfortable. The next day everything changed. Suddenly I was at my new job, which is this incredible part time job at the University’s video lab and communication office. People are even more amazing, and that is making everything in my life go on smoother.  I am so lucky to have this opportunity. And in some point of view it can be really scaring because I am again leaving a city where I already knew everything. The pros and cons. Now everything is new again.

I like this feeling of freedom, which can be scary for some people or even seam some kind of craziness. But that’s how I learned to live my life. Letting go.

thumbnail_fullsizerender
Walking out from library (UMAC)

 

Advertisements

The House of Dancing Waters

Esse é um dos espetáculo que não podem faltar no seu itinerário se você estiver de visita ao sul da China. Já assisti a esse show, e recomendo a todos que estão de passagem pela China. É um dos maiores espetáculos de água do mundo. The House of Dancing Water, um misto de circo, teatro, show e musical, é um espetáculo único que enche os olhos dos espectadores. Uma produção de mais de 250 milhões de dólares, que conta com 77 performances e 125 técnicos de mais de 18 países diferentes.

10_large----

O palco redondo, é uma estrutura única, construída especialmente para esse show. O chão sob os pés dos artistas é hora água, hora sólido, e requer uma habilidade e coordenação impressionantes. A destreza dos profissionais é singular e faz cair o queixo da platéia, desde o primeiro minuto do espetáculo até o desfecho. Segundo o site oficial, a “piscina” tem cerca de 26 pés (8 metros) de profundidade e comporta aproximadamente 3,7 milhões de litros de água, que é o equivalente a mais de 5 piscinas olímpicas. Durante o show, 11 estações hidráulicas transformam a piscina em palco em menos de um minuto.

the-rigging

Além do palco, 17 metros acima do nível da piscina, existem 40 guinchos que carregam e descarregam os artistas durante o show. É de onde os acrobatas descem pendurados por cordas para realizar as manobras. No palco existem 239 jatos que dão vida à água durante o show. As fontes de água podem chegar a 18 metros de altura, e tem força suficiente para machucar os artistas, se lhes pegarem desprevenidos. Pra quem ficou curioso, assitam o trailer no Youtube com o making of da produção.

Dica para tirar maior proveito do espetáculo:

Escolha assentos com melhor custo-benefício. Um espetáculo desse porte requer um investimento relativamente alto, e você irá querer tirar o melhor proveito dessa experiência. Se você tiver condições de comprar os ingressos na área VIP, você terá a melhor visão do show. Se prefere poupar um pouco de dinheiro as cadeiras da área A também trazem uma excelente visão. Se tiver como escolher a área das cadeiras de número 401 a 428, em qualquer altura irá ter uma experiência, similar à da área VIP pois essa área também fica bem de frente para o palco. Lembre-se de que se você optar por um assento muito próximo do palco, há uma chance de se molhar.

Chegue cedo. Se você tiver ganho o brinde na compra do seu ingresso, para tirar a foto com efeitos especiais, você deve pensar em chegar com uma certa antecedência ao show. A foto somente pode ser tirada antes do início do espetáculo e as filas na China, especialmente para um evento desses, podem lhe fazer desistir de coletar o brinde.

Leve patacas com você. Macau utiliza um dos sistemas monetários mais desvalorizados da China. As MOP (Macau Patacas) valem menos que a moeda em circulação na China continental (YUAN ou RMB). Dentro do casino as moedas são aceitas como valendo um por um, e você não vai querer pagar mais caro na sua pipoca. Leve com você o dinheiro local, MOP ou ainda em últimos casos, HKD que também costuma ter uma taxa similar às MOP.

Utilize o shuttle bus. A maioria dos casinos oferece ônibus fechados gratuítos para levar os visitantes que vem da fronteira entre China-Macau até os casinos. Após cruzar a fronteira de Gongbei (principal fronteira para quem vem de Zhuhai), do seu lado esquerdo procure pela parada de ônibus do City of Dreams. Se estiver usando a fronteira de Hengqin, do lado de fora também há shuttle bus para o City of Dreams.

Certifique-se de que tem visto para visitar Macau. Brasileiros não precisam de visto para visitar Macau. A entrada é permitida para ficar até 30 dias. Porém ao visitar Macau, você corre o risco de não conseguir voltar para a China se o seu visto chinês não tiver mais de uma entrada. Consulte o consulado chinês ou sua agência de viagens.

Maiores informações sobre os ingressos e programação você encontra direto no site: http://thehouseofdancingwater.com/en/info/seating/ ou procure informações sobre pacotes na sua agência de viagens.

Texto original publicado em 10 de Abril de 2014
Photos: 2015 © thehouseofdancingwater.com
Font: 2015 © thehouseofdancingwater.com